Cultivar o espanto

Angela Rohde, "AND HE WAS DEEPLY MOVED BY AMAZEMENT", colagem em tela

Sem qualquer tipo de pretensão filosófica, quero, no entanto, falar um pouco sobre uma das coisas fundamentais que vamos perdendo ao longo da vida: refiro-me à capacidade de nos surpreendermos, de nos dispormos para tal, assumindo tudo o que se vai passando em nosso redor como normal, banal, evidente e olhando, por vezes até sobranceiramente, para quem faz ou pensa diferente.

Presos na quotidianidade, dificilmente nos dispomos para apreciar, interrogar ou tentar compreender a diferença e o diferente, reduzindo ao mínimo a ocorrência do espanto. A apatia e a indiferença passaram a habitar-nos, sem qualquer clandestinidade, e a atitude de questionamento, tão típica dos primeiros anos de vida  do ser humano, imprescindível ao seu desenvolvimento, ao acesso ao conhecimento, à construção da sua capacidade crítica e reflexiva, dá lugar à aceitação e à resignação.

Contrariar o óbvio, o formatado, o comum e apostar na renovação, na recriação, na capacidade de olhar e mostrar as coisas mais familiares sob outra perspectiva, pode não ser tarefa fácil; é, contudo, isso que a torna apetecível e louvável!

A arte e os artistas têm, em meu entender, a capacidade, diria mesmo, a responsabilidade de promover, cultivar e alimentar o espanto. É ao interrogar as coisas que eu as vejo – evidentemente que a frase não é minha, mas expressa uma ideia que eu também modestamente partilho. Quando a arte e os artistas proporcionam o questionamento em detrimento da evidência estão a proporcionar o crescimento, a construção do eu e da sensibilidade, a capacidade crítica, a superação dos limites e o rompimento com a quotidianidade.

Em arte, como em muitas outras coisas na vida e no mundo, nem tudo o que parece é. Por isso, duvidemos, questionemos. A dúvida é libertadora e abre caminhos a muitas e diferentes leituras.

Sobre Salou

Sara Loureiro (SALOU) segue um caminho que reconhece que é o Seu: o da aprendizagem e busca constantes.
Esta entrada foi publicada em Artigos, Imagens, Novidades. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s